Quarta edição da Expomais supera expectativa de público e conteúdo

Experiências únicas de conhecimento. Assim foi a quarta edição da Expomais, que encerrou na noite desta quinta-feira, 26, na sede da Associação Empresarial de Criciúma (Acic). O evento que aborda os eixos de Marketing, Administração, Inovação e Sinergia superou as expectativas tanto em número de participantes como em conteúdo apresentado. Cerca de mil pessoas passarem pelo evento durante os dois dias de imersão.

“A quarta edição da Expomais foi um sucesso. Superamos nossas expectativas tanto de público quanto de conteúdo. Conseguimos entregar aos participantes o que havíamos proposto. Ao conversar com o público, palestrantes e apoiadores, escutamos a satisfação de todos durante esses dois dias de imersão”, destaca o presidente da Acic, Moacir Dagostin.

Conforme Dagostin, o sucesso desta edição aumenta ainda mais a responsabilidade para o próximo ano. “Todo esse retorno positivo nos dá entusiasmo e aumenta nossa responsabilidade para prepararmos a edição de 2020 ainda mais surpreendente para o público do Sul catarinense. Agradecemos a todas as cocriadoras, patrocinadores, empresários e ao público presente”, acrescenta.

Para a empresária Thayni da Silva Librelato, a qualidade da Expomais demonstra que a região possui capacidade para realizar eventos no padrão de grandes metrópoles. “O nível da Expomais foi muito alto, fiquei encantada, e reforço que não precisamos sair da região para encontrarmos eventos com nível tão elevado. No próximo ano, quero trazer mais colaboradores da empresa para participar”, ressalta.

A profissional Lisdeise Nunes Felipe participa pela terceira vez, e salienta o crescimento do evento a cada edição. “A cada ano, a Expomais tem evoluído e se diversificado. Saio sempre com muito conhecimento do cenário atual do mercado, especialmente nas áreas abordadas pelo evento. São muitas ideias para levar à empresa e muitos horizontes que se abrem, após essa experiência”, conta. 

O gerente de Marketing do Nações Shopping, Júlio Cesar Geesdorf, um dos apresentadores do evento, também conta da experiência positiva no evento. “Público interessado, plateia lotada, conteúdo muito bom. Estamos super satisfeitos com a organização, qualidade e conteúdo do evento. Com certeza, estaremos presentes nas próximas edições”, anuncia.  

Desafios da curadoria

O curador de conteúdo da Expomais, Timóteo Farias, fala do desafio na escolha dos palestrantes e do êxito do congresso. “Um dos desafios foi justamente trazer profissionais/palestrantes do mercado que não eram conhecidos para o evento. Quando pensamos num evento de conteúdo relevante de gestão, entendemos que nos anos anteriores nos deram know how para trazer temáticas e abordagens para a região porque queremos que as pessoas olhem para fora, para o futuro, para as possibilidades”, explica.

“Sinto fechado o evento, desde a primeira palestra do Alexandre Pellaes, que as pessoas se reconhecem, percebem essa transformação do trabalho, da família, e que não é somente a tecnologia, mas, sim, as pessoas. Quando propomos o mote da Sociedade em Transformação, queríamos que as pessoas olhassem para o processo de aprendizagem, que é contínuo”, complementa.

Para a quinta edição, Farias já propõe novos desafios. “Para o próximo queremos desconstruir tudo que construímos e reaprender, mudar o formato e colocar as pessoas no centro disso e não somente os palestrantes. Como poderemos colocar todo o conhecimento de quem veio ao evento e como podemos cocriar todos juntos”, indaga.

Executiva Carmela Borst e o cofundador e colíder do Cidades+B, Tomás de Lara fecharam o evento na noite desta quinta-feira, 25

“Todos nós temos uma causa. Algumas pessoas só não conheceram a sua ainda. Eu sou uma defensora de mulheres e crianças e a pobreza é algo que me dói”, revelou a executiva Carmela Borst, ao abordar a importância do engajamento em causas sociais, à medida em que se desenvolve uma carreira profissional.

“Durante muito tempo, fui buscar informações do que acontecia lá fora e, como sou da área de tecnologia, acabei conhecendo o Tech For Good, um movimento muito forte, capaz de transformar a sociedade. Mesmo em um mundo corporativo, é possível se dedicar a uma causa. E é isso que vai formar o seu legado”, entende.

Para Carmela, ainda há um longo caminho a percorrer na igualdade de oportunidades para homens e mulheres no mercado de trabalho. “Para falarmos de números, hoje temos 400 mil vagas em tecnologia e quase não há mulheres nessa área. Se houvesse a equiparação salarial hoje, com as mulheres que já estão no mercado de trabalho, seriam R$ 480 bilhões na economia brasileira”, afirmou. A diversidade também pautou o painel realizado a seguir, no qual foi mediadora.

Empresas B

A preocupação das empresas em gerar um impacto social positivo também foi tema da palestra de Tomás de Lara, que fechou a quarta edição da Expomais. Cofundador e colíder do Cidades+B, cofundador do Colaboramerica, ele apresentou o movimento global de empresas B.

“Basicamente vem para mudar a lógica de que a empresa tem que gerar apenas lucro, e cria uma lógica de gerar valor integral, com boas práticas sociais e ambientais, junto com o valor financeiro”, declarou.

São cocriadores da Expomais 2019:  Acic, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de CriciúmaEsucriInstituto Federal de Santa Catarina (IFSC) campus CriciúmaSatcSebraeSenacSenai e Unesc. Este ano, a Expomais recebe o reforço dos apresentadores – Nações Shopping e Sicredi – e conta com diversos apoiadores.

 A extensa programação ocorreu na quarta e quinta-feira com a realização de palestras, painéis, labs e apresentação de cases.

(Assessoria de Comunicação – Expomais 2019)

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *